terça-feira, 28 de junho de 2016

Papa diz que Igreja deve pedir perdão a gays por tratamento no passado

O Papa Francisco disse neste domingo (26) que os cristãos e a Igreja Católica Romana devem procurar o perdão de homossexuais pela forma como eles foram tratados.
Falando a jornalistas a bordo do avião que o levava da Armênia para Roma, ele também disse que a Igreja deve pedir perdão pela forma como tratou as mulheres, por fazer vista grossa ao trabalho infantil e pela “benção a tantas armas” no passado.
Na conversa espontânea de uma hora de duração, que se tornou uma marca registrada de suas viagens internacionais, Francisco foi questionado se concordava com os recentes comentários de um cardeal alemão de que a Igreja deveria pedir desculpas aos gays.
Francisco parecia triste quando questionado por um repórter se o pedido teria sido mais urgente devido à morte de 49 pessoas em uma boate gay em Orlando, na Flórida, neste mês.
Ele lembrou os ensinamentos da Igreja em que os homossexuais "não devem ser discriminados. Eles devem ser respeitados, acompanhados pastoralmente."
E acrescentou: "Acho que a Igreja não deve apenas pedir desculpas ... a uma pessoa gay a quem ofendeu, mas também deve pedir desculpas aos pobres, bem como às mulheres que foram exploradas, às crianças que foram exploradas por trabalho (forçado). Deve pedir desculpas por ter abençoado tantas armas ".

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Beyoncé e Kendrick Lamar apresentam "Freedom" no BET Awards 2016




Aconteceu na noite de ontem (26), o BET Awards, premiação que prestigia os artistas afro-americanos. 

A grande surpresa do evento foi a performance de Beyoncé, que fez o show de abertura da cerimônia ao lado do rapper Kendrick Lamar. Os músicos apresentaram a canção "Freedom (Feat. Kendrick Lamar)", que está incluída no novo álbum da estrela pop, "LEMONADE". A apresentação com uma mensagem poderosa dos direitos dos negros. 

Alicia KeysUsherJennifer HudsonTori Kelly e outros também foram as atrações musicais da premiação. 

Confira a seguir a performance e a lista dos vencedores:


Clipe do Ano: "Formation", Beyoncé
Escolha dos telespectadores: "Formation", Beyoncé
Centric Award: "Formation", Beyoncé
Melhor Artista Feminina de R&B/Pop: Beyoncé
Melhor Artista Masculino de R&B/Pop: Bryson Tiller
Melhor Artista Feminina de Hip Hop: Nicki Minaj
Melhor Artista Masculino de Hip Hop: Drake
Melhor Grupo: Drake & Future
Melhor Colaboração: "Where Ya At (Feat. Drake)", Future & Drake
Revelação: Bryson Tiller
FANdemoniam Award: Rihanna

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Bolsonaro fala fino e pede 'humildemente' que STF não o condene

Após virar réu, deputado Jair Bolsonaro se mostrou bem mais cauteloso do que costuma ser e pediu 'humildemente' que o Supremo Tribunal Federal não o condene por incitação ao estupro

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) comentou a decisão da 1ª turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que decidiu – por 4 votos favoráveis e um contrário -, aceitar denúncia contra ele por incitação ao crime de estupro e injúria.
Ele recorreu ao argumento da imunidade parlamentar e disse que “sem a possibilidade de falar o que quer que seja” não conseguirá representar os votos de seus eleitores.
A ação foi movida pela Procuradoria-Geral da República (PGR) após o parlamentar dizer a deputada Maria do Rosário (PT-RS) que ela “não merecia ser estuprada” por ser “feia” e acrescentou dizendo que ela não faria seu tipo. O episódio ocorreu no final de 2014 no salão verde da Câmara. A queixa-crime feita pela deputada também foi aceita pelo STF.
Bolsonaro foi bem mais cauteloso do que o habitual ao tratar da possibilidade de condenação. “Apelo humildemente aos ministros do STF que votaram para abrir o processo, não para me condenar ainda, que reflitam sobre esse caso”, disse.
“Foi um ato reflexo. As desculpas que eu peço são para a sociedade, que foi desinformada sobre a verdade dos fatos”, afirmou.

PGR e STF

A PGR afirma que o discurso do parlamentar incentiva a prática violenta. “Ao dizer que não estupraria a Deputada porque ela não ‘merece’, o denunciado instigou, com suas palavras, que um homem pode estuprar uma mulher que escolha e que ele entenda ser merecedora do estupro”, afirmou a procuradora na denúncia por incitar o crime de estupro”, ressalta a Procuradoria.
Mais cedo, durante a votação na Corte, o ministro do STF Luiz Fux afirmou que a imunidade parlamentar a que tem direito o deputado só tem aplicação em situações em que ele está exposto às peculiaridades do mandato, mas não em qualquer lugar. Durante a sessão, Fux repetiu as declarações feitas por Bolsonaro em referência à Maria do Rosário e chegou a pedir desculpas aos colegas por ter que repetir as palavras. “A violência sexual é um processo consciente de intimidação pelo qual as mulheres são mantidas em estado de medo”, afirmou Fux, que votou pela abertura do processo.
A deputada Maria do Rosário comemorou a decisão do Supremo. “Saúdo decisão do STF que agiu em favor da Justiça, tornando réu um deputado por apologia ao estupro. É uma vitória de cada mulher brasileira”, afirmou em postagem no Twitter.

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Vídeo coloca agressor frente a frente com vítima de racismo

Em julho do ano passado, a jornalista Maria Júlia Coutinho, a Maju, apresentadora da previsão do tempo no "Jornal Nacional", foi vítima de racismo na internet.
Infelizmente os ataques sofridos por Maju não foram um ato isolado. Quase que diariamente tomamos conhecimento de casos de racismos, principalmente pelas redes sociais.
Para mostrar que este é um problema real, a ONG Criola, organização que atua a partir da defesa e promoção de direitos das mulheres negras, lançou no ano passado a campanha “Racismo virtual. As consequências são reais”.
A ação, em parceira com a agência de publicidade W3haus, espalhou outdoors próximos de ondem viviam os autores postagens de racismo contra a jornalista.
Nesta semana foi lançado um vídeo ilustrando a campanha. Nele, um dos agressores decidiu mostrar o rosto e se retratar, cara a cara, com uma das vítimas de racismo. Assista abaixo:

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Pai emociona internautas ao fazer tatuagem igual à cicatriz do filho

Uma atitude de um norte-americano, de 41 anos, tem emocionado internautas de diferente partes do mundo desde o início desta semana. Josh Marshall se transformou em assunto nas redes sociais ao decidir estampar a própria pele para apoiar o filho, diagnosticado com câncer. O homem reproduziu na cabeça, por meio de uma tatuagem, a cicatriz que ficou marcada no garoto após uma cirurgia.
O pequeno Gabriel Marshall foi diagnosticado com um tumor no cérebro em março do ano passado. A foto que mostra Josh e o pequeno Gabriel juntos foi publicada no Facebook e rapidamente viralizou. “Nunca imaginei que essa imagem ia explodir dessa maneira”, escreveu o homem nos comentários.


Técnicas simples do sexo tântrico podem te ajudar a ter orgasmo de corpo inteiro

A expressão “sexo tântrico” pode soar um pouco intimidante, mas algumas técnicas simples da técnica ancestral realmente podem ajudar pessoas como nós, normais, a melhorar sua vida sexual e te ajudar a atingir um orgasmo que pode ser sentido do topo da cabeça à ponta dos pés. Quem não quer experimentar isso?
1. Faça exercícios de contração e relaxamento pélvico
Além de ajudar mulheres mais velhas a deixarem a bexiga em dia, exercitar seu músculo pélvico te ajuda a controlar melhor o quanto você consegue contrair as paredes vaginais, o que aumenta o seu prazer e o dele.
Seguem alguns exercícios de pompoarismo pra fazer em casa:
Sente-se com as pernas cruzadas, uma sobre a outra, e com o tronco levemente inclinado para frente. Puxe a musculatura da vagina, como se estivesse fechando o assoalho pélvico, contraindo o períneo, e solte devagar, sem despencar. Repita várias vezes.
Fique em pé e deixe os joelhos semiflexionados. Apoie bem os pés no chão e relaxe a musculatura do trapézio, ombro, pescoço e rosto. Contraia o assoalho pélvico, como se houvesse um fio puxando a base do tronco para cima. Inspire contraindo a musculatura e expire relaxando. Se ficar mais confortável, coloque as mãos entre as pernas.
Deite-se na cama, colchão ou tapete. Flexione os joelhos, apoie os pés no chão e mantenha a coluna reta e bem apoiada na superfície. Primeira parte: inspire e expire encolhendo a barriga, como se estivesse empurrando o umbigo para as costas. Depois, inspire relaxando e expire contraindo o assoalho pélvico.
2. Respire
É natural prender a respiração quando você está quase atingindo o clímax, mas segundo Carrelas, o orgasmo é ainda mais forte se você não se esquecer de uma premissa básica, inspirar e expirar. Se você fica muito nervosa ou ansiosa na hora, treine enquanto se masturba.
3. Não se furte de gritar e fazer barulhos
O tantra considera a existência de sete centros de energia (ou chackras) no corpo: períneo, chackra sexual, solar (altura do umbigo), coração, garganta, testa e topo da cabeça. Se o impulso for verdadeiro, quando você se permite gemer (ou até mesmo gritar) você ajuda a energia a circular por esses centros de energia. Sons mais agudos ativam os chackras superiores, enquanto sons ou gemidos mais graves ativam os chackras inferiores.
4. Pense grande
Na hora do sexo, muitas mulheres só se preocupam com o que acontece cintura pra baixo. Segundo Barbara Carrellas, autora do livro Tantra-Urbano, o importante é abrir-se para deixar a energia sexual fluir por todo o corpo. “Imagine toda aquela energia correndo por sua espinha, pelos seus braços e mãos, topo da cabeça, costas, daí por diante. Você pode usar a imaginação pra sentir a energia percorrendo todo seu corpo.”

Ex-BBB Jonas pergunta a namorada Panicat se ela ficaria com ele se ‘tivesse 11 cm’ e resposta é deselegante

O ex-BBB Jonas, que também é modelo, ficou famoso depois de participar do reality da Globo e ter revelado um vídeo íntimo na internet. Nessa semana, um vídeo começou a circular na internet com ele perguntando a namorada panicat, Mari Gonzalez,  se ela ficaria com ele caso ele tivesse um pênis (subentendido) de 11 cm.
“Amor, se eu tivesse 11cm, você me pegava?”, questiona o modelo. A resposta, surpreendentemente e considerada deselegante por diversos internautas, foi um simples “não”.
Jonas descobriu também, recentemente, que é pai de um garoto de seis meses, fruto de uma única noite com a modelo mineira Natalia Vieira.

Finalmente Agora é crime: Senado aprova prisão para quem cometer racismo e discriminação na internet



As globais Maju Coutinho, Taís Araújo e Sheron Menezes foram vítimas de racismo na web.

Foi aprovado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), um projeto de lei que prevê a pena de prisão para quem cometer crimes de racismo e discriminação pela internet, inclusive para aqueles que repassarem as ofensas adiante.
A proposta é senador Paulo Paim (PT-RS) e foi aprovada na quarta-feira (15). A PLS que atualiza a lei de racismo no Brasil, também dá ao juiz a possibilidade de interditar mensagens ou páginas de acesso público. Sendo assim, quem for acusado de preconceito por raça, cor, etnia, religião ou nacionalidade cometido por meio da internet, ou de qualquer outra rede de computadores destinada ao acesso público, poderá ser condenado a pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa.
O relator da proposta, senador Telmário Mota (PDT-RR), lembrou durante a leitura do parecer que a internet é tida por muitos como “território livre”, sendo usada como cenário da manifestação de discriminações e preconceitos variados.
“Num momento em que a sociedade se encontra profundamente dividida, e em que proliferam comportamentos marcados pela agressividade e pela intolerância, que ofendem os valores que aprendemos a respeitar como fundadores da nação brasileira, qualquer iniciativa que objetive coibir os excessos de comportamento, incentivando o cultivo civilizado – e educado – das diferenças será sempre bem-vindo”, afirmou o relator em seu parecer.
O texto segue para a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) e, depois, à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), à qual caberá decisão terminativa.

Alex Oliveira por Thyago Bargmann

O DIA TÁ ÓTIMO E RESOLVI POSTAR MAIS UM ENSAIO FEITO PELO QUERIDO 
THYAGO BARGMANN. DESTA VEZ O BOY É 
ALEX OLIVEIRA. O MODELO E INSTRUTOR DE ACADEMIA, É DONO DE UMA BELEZA INCRÍVEL, DEDICADO ELE MANTEM A BOA FORMA.
LÓGICO QUE ENTRA PRA SESSÃO HOT.
DÁ UMA OLHADA NO ENSAIO E EM TODA A SENSUALIDADE QUE 
O MODELO EXIBE!







Nome: Alex Adilson de Oliveira 
Apelido ou nome usado: Alex Oliveira 
Idade: 25 anos
Signos: peixe 
Altura: 1,76
Calça : 38-40
Camisa: p-m
Profissão: instrutor de academia / modelo fotográfico 
Sapato: 38-40
Cabelo: castanho claro
Pele: branca